Warning: Declaration of YOOtheme\Theme\Wordpress\MenuWalker::walk($elements, $max_depth) should be compatible with Walker::walk($elements, $max_depth, ...$args) in /home/rafazimbaldi/www/novo/wp-content/themes/yootheme/vendor/yootheme/theme/platforms/wordpress/src/Wordpress/MenuWalker.php on line 8

Secretário Estadual de Transportes Metropolitanos diz à comissão que projeto do Trem Intercidades será apresentado até o final deste ano

Sob a presidência do deputado estadual Rafa Zimbaldi, a Comissão de Assuntos Metropolitanos e Municipais da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) recebeu nesta terça-feira (25/06) o secretário Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy para uma apresentação das ações da pasta e esclarecimentos sobre projetos futuros. 

Rafa iniciou os questionamentos ao secretário solicitando um prazo estimado do governo para o início da implantação do Trem InterCidades (TIC), que deve ligar Americana, Campinas e Jundiaí à capital paulista, na Barra Funda. “A viabilização do TIC é esperada por toda população da Região Metropolitana de Campinas (RMC) e precisamos saber o cronograma correto do projeto para poder cobrar o governo do Estado sobre o andamento do processo”, indagou o parlamentar. 

O secretário garantiu aos presentes que o TIC é uma prioridade do governo, mas que não depende apenas do estado. “Um dos trechos do projeto pertence a concessão federal, já estamos em tratativas positivas para a liberação da proposta e estamos trabalhando com dedicação total para que até o final deste ano Trem InterCidades saia do papel”. 

O projeto compreende dois tipos de serviço e tem uma estimativa de investimento de 7 bilhões de reais, que deve ser financiada por meio de Parceria Público Privada (PPP) e pelo Banco Mundial. Uma parte do projeto prevê justamente a ligação do interior, de forma expressa, em um trecho de 102km, com três paradas: São Paulo (Barra Funda), Jundiaí e Campinas e o outro é a ‘Linha 7 – Rubi’, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos que deve realizar o trecho com paradas em Valinhos, Vinhedo, Louveira e Jundiaí, integrando ainda a parada em Francisco Morato. 

Outro questionamento feito por Rafa foi em relação ao projeto de sua autoria que cria o Programa Bilhete de Ônibus Metropolitano (B.O.M para Todos), que vai garantir o pagamento de uma única tarifa, por duas horas, para quem usa o transporte metropolitano e o municipal em sua respectiva cidade. “Já temos a integração na grande São Paulo entre os ônibus metropolitanos e o metrô, por isso criamos esse projeto de ampliação para os ônibus municipais, já que as cidades da RMC não temos metrô. A proposta vai trazer economia ao trabalhador e ainda incentivar o uso do transporte público”, argumentou o deputado. 

Baldy explicou que o estudo para essa integração está sendo feito, porém existe um grande desafio: “atualmente a integração que temos do B.O.M mesmo que com plataformas diferentes envolvem uma mesma gestão dos recursos, portanto, na sugestão do deputado é preciso analisar como isso será feito envolvendo a gestão do transporte municipal que é particular em cada cidade. Estamos analisando os modelos internacionais que realizam cobrança por quilometro utilizado pelo usuário”, pondera o secretário. 

É um desafio enorme mas não depende exclusivamente 

É essencial a participaão do governo federal, já que os trechos 

Trechos de conceições federais]

As tratativas tem sido as melhores possíveis 

Tirar do papel ainda este ano

Tem a nossa dedicação total, obter o apoio do governo federal para poder fazer a modelagem 

Banco mundial e bit – para que nos consigamos ainda 

Fazer a modelagem para conceder o trem intercidades

Jundiai – campinas – americana 

a construção das alças de acesso na Rodovia dos Bandeirantes para os distritos do Ouro Verde e Campo Grande, em Campinas e ainda a criação do Programa Bilhete de Ônibus Metropolitano (B.O.M para Todos), que vai garantir o pagamento de uma única tarifa, por duas horas, para quem usa o transporte metropolitano e o municipal em sua respectiva cidade, além de garantir economia ao trabalhador deve ainda incentivar o uso do transporte público, melhorando o tráfego e também o meio ambiente. 

Noticias, Rafa Zimbaldi