Warning: Declaration of YOOtheme\Theme\Wordpress\MenuWalker::walk($elements, $max_depth) should be compatible with Walker::walk($elements, $max_depth, ...$args) in /home/rafazimbaldi/www/novo/wp-content/themes/yootheme/vendor/yootheme/theme/platforms/wordpress/src/Wordpress/MenuWalker.php on line 8

A pedido de Rafa, Hospital de Câncer de Barretos mostra planos para o Centro de Diagnóstico de Campinas: não há como acabar com 100% do câncer, mas podemos acabar com 100% das mortes.

Em apresentação realizada nesta quarta (2) na primeira parte da 9ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Campinas, a convite do vereador Rafa Zimbaldi (PP), o oncologista e diretor do Hospital de Câncer de Barretos, Raphael Luiz Haikel Júnior, apresentou aos presentes os planos para o Centro de Diagnóstico que será construído na cidade. Ressaltando que em 12 meses estará pronto o prédio e que em 11 meses (trinta dias antes, portanto) já estarão circulando na cidade cinco carretas  de procedimentos, o médico afirmou: “Não tem como acabar com 100% do câncer, até porque há fatores genéticos que causam a doença, mas temos como acabar com 100% das mortes.”

rafa2A afirmação de Haikel Junior não se baseia em entusiasmo e sim em números já apurados na região de Barretos,monde fica a matriz do futuro Centro de Campinas. “De 1995 a 2000, nos exames que realizamos na região de Barretos detectávamos 70% de câncer de mama avançado, hoje esse número é zero. Em uma área de 700 mil pessoas, ninguém morre mais de câncer de mama”, destacou. Isso ocorre graças ao trabalho realizado pelo hospital e que será efetivado também em Campinas.

 

O médico ressalta os trabalhos de prevenção, exames e pesquisas, sempre prezando pela qualidade e embasados em literatura e dados empíricos. “Em Campinas trabalharemos com o Centro de Diagnóstico e cinco unidades móveis: duas carretas de mamografia e exames para câncer de colo de útero, que já estão prontas; uma de tomografia, uma de ressonância e uma que iniciará os trabalhos aqui e é nossa menina dos olhos, a de educação para crianças de nove a13 anos. Educação pro trabalho, pra vida, pro câncer. Trabalhar com crianças é importante para despertar a consciência, mudar a cultura, é um trabalho que dará frutos pras próximas duas décadas.”

Ronaldo José de Lira, procurador do Ministério Público do Trabalho – órgão que foi o principal responsável pela obtenção da unidade por meio de acordo/sentença judicial do caso Shell-Basf – destacou que todo o atendimento do Hospital de Barretos e do futuro Centro de Diagnóstico de Campinas é gratuito, com atendimento via SUS.  Além disso, destacou, o trabalho é muito dinâmico.

“Hoje, em Campinas, muitas vezes a pessoa recebe o diagnóstico e demora seis meses ou até um ano para fazer a cirurgia. Com o trabalho do Centro e das carretas isso muda totalmente: o diagnóstico é feito e se opera no mesmo dia. O diagnóstico é confirmado no Centro, opera na carreta: é isso que o povo precisa e merece, nada de ficar esperando com uma doença grave.  Desta forma se evita gastos de internação, terapia e, principalmente mortes.”

O vereador Rafa Zimbaldi, presidente da Câmara Municipal de Campinas, destacou o apoio incondicional do Legislativo ao projeto, que teve a pedra fundamental lançada no último dia 29 de fevereiro. “O Hospital de Câncer de Barretos já é parceiro da Câmara e de Campinas, vale lembrar que no ano passado graças a esta parceria trouxemos a carreta para exames de câncer de mama para frente da Câmara e atendemos 100 mulheres gratuitamente em um dia. O futuro Centro de Diagnóstico é uma grande conquista para Campinas, pela qual devemos sempre agradecer a atuação do Ministério Público do Trabalho no caso Shell-Basf. Duas milhões de pessoas de Campinas e região serão beneficiadas e o Hospital de Cânceer de Barretos pode  contar com o Poder Legislativo no que for necessário para o projeto se tornar realidade.”